Think Attitude https://thinkattitude.pt Projecto Wed, 05 Jan 2022 10:36:35 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.2 https://thinkattitude.pt/wp-content/uploads/2021/10/137_cinza-1-150x150.png Think Attitude https://thinkattitude.pt 32 32 TIMELINE 2020 https://thinkattitude.pt/timeline-2020/ https://thinkattitude.pt/timeline-2020/#respond Thu, 17 Dec 2020 21:24:13 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1387 TIMELINE 2020 Read More »

]]>
Janeiro
CES 2020

Em janeiro teve lugar um dos maiores eventos tecnológicos do mundo, onde são usualmente apresentadas as maiores inovações no mundo da tecnologia.

Março
Covid-19 – Teletrabalho

O Estado de Emergência em Portugal foi declarado a 20 de março e uma das medidas impostas foi a adoção do teletrabalho. Uma medida que poderá ter funcionado como uma mudança de paradigma na forma de trabalhar em
Portugal.

Maio
Turismo Espacial

No final de maio a SpaceX tornou-se a primeira empresa privada a lançar um foguete tripulado ao espaço, com o objetivo de estabelecer bases para futuras missões à Lua, a Marte e mais além.

Junho
WWDC20

A Apple Worldwide Developers Conference aconteceu em junho e contou com mais de 100 sessões técnicas e ainda com um fórum orientado a programadores que podiam colocar as suas questões aos engenheiros da marca.

Novembro
Voto Online – EUA

Pela primeira vez na história do país, os EUA adotaram um sistema de votos online para as Eleições Presidenciais destinado a militares, eleitores que vivem fora do país ou pessoas com algum grau de deficiência.

Dezembro
Web Summit 2020

A primeira edição 100% online do Web Summit ocorreu no início de dezembro e reuniu mais de 160 países, 1100 oradores e cerca de 2000 startups.

 

]]>
https://thinkattitude.pt/timeline-2020/feed/ 0
Ataques de Segurança https://thinkattitude.pt/ataques-de-seguranca/ https://thinkattitude.pt/ataques-de-seguranca/#respond Fri, 18 Dec 2020 21:19:30 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1391 Ataques de Segurança Read More »

]]>
Depois dos ataques de segurança que ocorreram no início deste mês na consultora Everis e na rádio Cadena SER, em Espanha, considerámos interessante trazer-vos um estudo da Hiscox, feito pela Forrester Consulting entre outubro e dezembro de 2018.

Através de inquéritos realizados a empresas americanas, do Reino Unido, Espanha, Países Baixos, Alemanha, Bélgica e França, o estudo procurou perceber se as empresas estão preparadas para estes ataques.

 Segundo o relatório, a maioria das empresas (61%) afirma terem tido falhas de segurança nos últimos doze meses, o que contrasta com os 45% de empresas que reconheceram ter sofrido um ou mais ciberataques no ano de 2017. No que respeita à frequência dos incidentes, 30% das empresas relataram ter tido quatro ou mais incidentes, um aumento e 10% face ao ano anterior.

Os ataques mais recorrentes foram vírus e worms (24%), seguidos de ransomware (17%) e de negação de serviço ou DDoS (15%).

“As pequenas empresas (até cinquenta colaboradores) que foram alvo de ciberataques passaram de 33% para 47% e, no caso das de média dimensão (até 250 colaboradores) de 36% para 63%, isto apesar das grandes organizações serem as mais afectadas com 75% a terem problemas e com 21% a indicarem que sofreram cinco ou mais incidentes de segurança.”

 segurança

No entanto, o estudo revela que este aumento pode ser consequência da implementação do RGPD. Como referiu Gareth Wharton, cyber CEO da Hiscox. «A regulação está a aumentar a consciência das empresas para os problemas de segurança e a obrigar à criação de bases rigorosas na cibersegurança. O RGPD obrigou as a organizações a adaptarem-se e provocou um aumento na procura por soluções de cibersegurança e seguros cibernéticos».

Fonte:https://business-it.pt/2019/11/26/maioria-das-empresas-sofreu-incidentes-de-seguranca-em-2018/

]]>
https://thinkattitude.pt/ataques-de-seguranca/feed/ 0
Portugal: O segundo país com mais ataques de Phishing no Mundo. https://thinkattitude.pt/portugal-o-segundo-pais-com-mais-ataques-de-phishing-no-mundo/ https://thinkattitude.pt/portugal-o-segundo-pais-com-mais-ataques-de-phishing-no-mundo/#respond Fri, 18 Dec 2020 21:15:32 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1384 Portugal: O segundo país com mais ataques de Phishing no Mundo. Read More »

]]>
Recentemente, uma investigação realizada pela Kaspersky, coloca Portugal em segundo lugar no ranking mundial de ataques de phishing referentes ao segundo trimestre de 2020. Em primeiro lugar neste ranking encontra-se a Venezuela e atrás de Portugal, a Tunísia.

Em Portugal, segundo o boletim do Observatório do Centro Nacional de Cybersegurança de julho de 2020, foram registados cerca de 160 ataques de phishing, sendo os principais, ataques por malware e de acesso não autorizado. O sector mais afetado por estes ataques foi o da banca.

Este tipo de ataques, quando bem executados, podem ter consequências gravíssimas para as organizações, podendo toda a estrutura ser afetada, bem como os respetivos clientes e fornecedores.

hacker

O estudo da Kaspersky, mostra também que a pandemia do Covid-19 trouxe condições propícias ao desenvolvimento de novas estratégias de ataque, sendo esta crise de saúde pública um “pretexto” para os hackers solicitarem informações confidenciais e sigilosas às vítimas.

Surgiram por exemplo variados ataques às distribuidoras de correio e encomendas, uma vez que devido à pandemia, este tipo de organizações teve de recorrer ao uso mais frequente de canais digitais para poder comunicar com os clientes. Assim, houve um aproveitamento desta situação para enviar e-mails enganosos aos clientes fazendo-se os hackers passar por essas mesmas instituições.

Como   já   foi   referido,   as   instituições bancárias      sofreram      também      um aumento deste tipo de ataques. São enviadas mensagens falsas aos clientes oferecendo um conjunto de benefícios e regalias, de modo a compensar a crise despoletada pela pandemia, permitindo o acesso aos dados bancários das vítimas e roubo dos mesmos.

Pode assim afirmar-se que a pandemia afetou múltiplos sectores da nossa sociedade, deixando-os fragilizados e mais vulneráveis aos ataques por parte dos cybercriminosos.

phishing

Fontes:

https://www.itchannel.pt/news/seguranca/portugal-e-dos-paises-onde-os-utilizadores-sao-mais-atacados- porphishing

https://tek.sapo.pt/noticias/internet/artigos/portugal-e-o-segundo-pais-com-mais-utilizadores-afetados-por-ataques-de- phishing

]]>
https://thinkattitude.pt/portugal-o-segundo-pais-com-mais-ataques-de-phishing-no-mundo/feed/ 0
Transformação e Transição Digital em Tempos de Pandemia https://thinkattitude.pt/transformacao-e-transicao-digital-em-tempos-de-pandemia/ https://thinkattitude.pt/transformacao-e-transicao-digital-em-tempos-de-pandemia/#respond Sat, 19 Dec 2020 21:13:27 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1382 Transformação e Transição Digital em Tempos de Pandemia Read More »

]]>
O ano de 2020 tem sido um ano particular para todos os setores da nossa sociedade devido à Covid-19. Será que podemos dizer que tudo tem sido negativo?

Um dos aspetos que podemos considerar como mais positivo no decorrer destes meses em Portugal, tem sido o aceleramento dos processos de transição e transformação digital que até então estavam bloqueados por processos burocráticos complexos que dificultavam e atrasavam este tipo de evolução.

Até ao início deste ano, o governo português tinha planos ambiciosos para a transição e transformação digital. No entanto, podemos afirmar que esta pandemia foi em grande parte impulsionadora da grande e rápida evolução que ocorreu ao longo dos últimos meses, levando a que estes planos agora sejam ainda mais ambiciosos do que inicialmente estava previsto.

Tecnologias

O objetivo é assim, levar Portugal a ser o líder europeu em transição digital. Foi exigido às empresas, principalmente às detentoras de projetos que envolvessem processos de transformação e transição digital, que num espaço mais reduzido de tempo, apresentassem soluções tecnológicas que permitissem este avanço de forma mais rápida e eficiente.

Alguns dos exemplos que podem ser apresentados como inovadores e que marcam esta rápida transição são, por exemplo, a possibilidade de muito em breve podermos renovar o nosso cartão do cidadão através de um terminal multibanco ou, por exemplo, as deslocações a entidades públicas neste momento já serem feitas através de agendamentos, evitando as grandes enchentes e as grandes demoras neste tipo de serviços.

Uma outra grande mudança que a pandemia trouxe à nossa atual realidade foi a da crescente tendência do teletrabalho e a readaptação das empresas a esta modalidade, que implica terem contacto com tecnologias que não usavam habitualmente ou com muita frequência.

 

Fontes:
https://tek.sapo.pt/noticias/negocios/artigos/transicao-digital-com-a-pandemia-saltamos-etapas-e-desbloqueamos- resistencias

Cartão de Cidadão: Renovação vai poder ser feita por Multibanco

]]>
https://thinkattitude.pt/transformacao-e-transicao-digital-em-tempos-de-pandemia/feed/ 0
As ferramentas necessárias que garantem a produtividade das equipas https://thinkattitude.pt/as-ferramentas-necessarias-que-garantem-a-produtividade-das-equipas/ https://thinkattitude.pt/as-ferramentas-necessarias-que-garantem-a-produtividade-das-equipas/#respond Mon, 20 Dec 2021 21:12:31 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1377 As ferramentas necessárias que garantem a produtividade das equipas Read More »

]]>
Atualmente vivemos um cenário de crise com a chegada da pandemia causada pelo novo Coronavírus. Esta crise tem produzido efeitos na forma como trabalhamos e muitas empresas, a uma escala global, colocaram os seus colaboradores em teletrabalho. Assim sendo, torna-se crucial fazer com que a experiência digital destes colaboradores seja melhor, bem como ter acesso ao equipamento necessário para a boa execução do seu trabalho.

Existem vários indicadores que mostram que as organizações que investem nestas duas características obtêm equipas mais dedicadas, competitivas e capazes de alcançar resultados positivos a vários níveis, em última análise, produzindo efeitos positivos também para os resultados do negócio. Assim, e segundo alguns especialistas, as empresas que estarão melhor equipadas para o teletrabalho são as que que têm digital workplaces providos com algumas funcionalidades que são essenciais a um melhor desempenho.

Os especialistas da Liferay indicam cinco capacidades dos digital workplaces que permitem ajudar o colaborador a desempenhar as suas tarefas de forma mais eficiente e promovem a motivação e o índice de satisfação ao mesmo tempo.

teletrabalho

Capacidades de gestão de conteúdos e de colaboração: possuir tecnologia com funcionalidades que permitam criar bases de conhecimento, facilitar a criação e o intercâmbio de conteúdos, assim como a colaboração departamental e interdepartamental com sistemas de videoconferência, chats, fóruns de discussão ou wikis.

Personalização da experiência do trabalhador: facilitar a localização da informação de forma a reduzir o tempo de pesquisa, através de personalização automática de conteúdo baseada em comportamentos.

Gestão de acessos à informação baseados em perfis: manter um sistema de segurança contínuo no acesso à informação através de uma gestão correta da identidade e do controlo de acessos à intranet.

Pesquisa de conteúdos: ter à disposição dos colaboradores um motor de busca que lhes permita aceder à informação de forma mais rápida e ágil, possibilitando filtrar e ordenar resultados e personalizar classificações dos mesmos, vai ter impacto na produtividade da equipa e nos níveis de satisfação dos colaboradores.

Integração de ecossistemas: integrar todas as ferramentas mencionadas com os restantes sistemas da empresa, o que permitirá ao colaborador ter uma experiência unificada e tirando o máximo partido dos investimentos realizados previamente pela empresa nas várias tecnologias.

Fonte: https://phys.org/news/2020-05-scientists-quantum-radar-prototype.html

]]>
https://thinkattitude.pt/as-ferramentas-necessarias-que-garantem-a-produtividade-das-equipas/feed/ 0
PRR: Transformação Digital https://thinkattitude.pt/prr-transformacao-digital/ https://thinkattitude.pt/prr-transformacao-digital/#respond Mon, 21 Dec 2020 21:11:34 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1374 PRR: Transformação Digital Read More »

]]>
Devido às consequências que a pandemia trouxe à economia, a Concelho Europeu criou um conjunto de medidas no qual se inclui o PRR (Plano de Recuperação e Resiliência). Este plano, com execução até 2026, tem como objetivo retomar o crescimento económico em Portugal e os fundos serão repartidos em três grandes áreas: resiliência (61%), transição climática (21%) e transição digital (18%).

Este último pilar procura tornar a economia mais digital, estando por isso assente em cinco componentes: Empresas 4.0; Qualidade e Sustentabilidade das Finanças Públicas; Justiça Económica e Ambiente de Negócios; Administração Pública – Capacitação; Digitalização e Interoperabilidade e Cibersegurança; e Escola Digital.
Devido ao foco que a Think Attitude tem na área de IT, iremos analisar com maior detalhe a componente Empresas 4.0.

Empresas 4.0

Empresas 4.0

Esta componente procura reforçar as competências digitais dos trabalhadores, modernizar os modelos de negócio, criar novos canais digitais de comercialização, incorporar tecnologias disruptivas na proposta de valor das empresas e estimular o empreendedorismo digital de modo a acelerar a transição digital do tecido empresarial português.

Totalizando 650 milhões de euros, esta iniciativa contempla três vetores de investimento: Capacitação digital das empresas (100 milhões de euros) Prevê a criação de dois programas de formação interligados, que visam colmatar lacunas nas competências digitais dos trabalhadores e das empresas.

Transição digital das empresas (450 milhões de euros) Procura digitalizar e transformar os modelos de negócio das PME portuguesas através da aceleração e automação de tomadas de decisão e de execução, do redesenho de cadeias de valor e de fornecimento e da utilização de espaços de dados transetoriais, suportada em infraestruturas europeias de cloud e edge computing.

Catalisação da transição digital das empresas (100 milhões de euros) Visa reduzir a utilização de papel através da desmaterialização da faturação, criar um ambiente de negócios digital mais seguro e confiável e estimular o desenvolvimento de estruturas de transferência de conhecimento para estimular o desenvolvimento de produtos e serviços digitais.

Fonte: https://www.itchannel.pt/news/negocios/plano-de-recuperacao-e-resiliencia-impacto-na-transformacao-digital

]]>
https://thinkattitude.pt/prr-transformacao-digital/feed/ 0
Radar Quântico – O primeiro Protótipo https://thinkattitude.pt/radar-quantico-o-primeiro-prototipo/ https://thinkattitude.pt/radar-quantico-o-primeiro-prototipo/#respond Tue, 22 Dec 2020 21:10:35 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1372 Radar Quântico – O primeiro Protótipo Read More »

]]>
Físicos do Instituto de Ciência e Tecnologia da Áustria (IST Áustria) desenvolveram o primeiro protótipo de radar quântico que utiliza um novo tipo de tecnologia denominada de microwave quantum illumination, que ocorre através do entrelaçamento quântico como método de deteção de objetos à distância. Este conceito consiste num fenómeno onde duas partículas permanecem conectadas e partilham traços físicos independentemente da distância a que se encontram.

Fonte: IST Áustria/Philip Krantz

Este protótipo foi resultado da pesquisa de um grupo liderado pelo Professor Johannes Fink, do IST Áustria, em conjunto com Stefano Pirandola, do Instituto de Tecnologia de Massachussets e da Universidade de Nova Iorque e David Vitali da Universidade de Camarino, em Itália.radar quantico proptotipo

Contrariamente ao que acontece com os radares tradicionais, este modelo oferece maior sensibilidade na medida em que permite distinguir a radiação emitida do objeto em análise da restante radiação presente no ambiente onde ocorre o estudo, o que se traduz em resultados mais conclusivos.

Esta tecnologia é vista como promissora principalmente para scanners de imagens biomédicas de potência ultrabaixa, onde o objeto a ser detetado pode estar em temperatura ambiente, não sendo necessárias biópsias.

Há também quem acredite que este projeto poderá eliminar a tecnologia dos aviões invisíveis, constituindo também uma mais-valia na área da segurança.

Fontes:

https://phys.org/news/2020-05-scientists-quantum-radar-prototype.html

https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=radar-quantico-prototipo&id=0 10150200513#.Xs49MGhKhPY

]]>
https://thinkattitude.pt/radar-quantico-o-primeiro-prototipo/feed/ 0
A Tecnologia no combate ao Covid-19 https://thinkattitude.pt/a-tecnologia-no-combate-ao-covid-19/ https://thinkattitude.pt/a-tecnologia-no-combate-ao-covid-19/#respond Wed, 23 Dec 2020 21:05:04 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1360 A Tecnologia no combate ao Covid-19 Read More »

]]>
Desde há quatro meses que um dos assuntos mais falados no mundo é o Covid-19 pois toda a sociedade de uma forma global teve que se adaptar a esta realidade, encontrar novas formas de viver, novas formas de socializar e novas formas de trabalhar. Um pouco por todo o mundo, os países têm-se adaptado a esta realidade, uns com medidas mais severas, outros com medidas mais suaves, mas todos eles têm trabalhado no combate ao vírus.

Os governos dos diversos países, em parceria com grandes empresas tecnológicas como a Google e a Apple, estão a implementar uma medida que consiste na criação de aplicações que permitam ao utilizador, em tempo real, saber se se encontra num espaço com alguém contaminado pelo Novo Coronavírus. Desta forma, o utilizador pode optar por não se aproximar do local onde a pessoa infetada se encontra.

edifico google

Assim impõe-se a questão: Como funcionarão este tipo de aplicações e em que é que se vão basear?

Em primeiro lugar, estas aplicações serão desenvolvidas de modo a funcionarem através do Bluethooth, ou seja, pressupondo um registo prévio por parte do utilizador, tendo este de disponibilizar determinados dados que indiquem se está ou não contaminado. O dispositivo ligar-se-á aos diversos dispositivos nas imediações através desta tecnologia.

logo apple   bluethoot icon

Assim, ao deslocar-se para determinado local, o dispositivo conecta-se através do Bluethooth aos dispositivos de quem tenha a aplicação, emitindo um alerta sempre que haja alguém contaminado nas imediações.

Teoricamente este tipo de aplicação poderá ter uma grande utilidade para a nossa sociedade, mas até que ponto indicará com real precisão se existem pessoas infetadas pelo vírus? Outra das questões levantadas é até que ponto a tecnologia não se poderá “virar contra nós” desrespeitando os princípios da lei de proteção de dados?

A Comissão Europeia vem dar resposta a esta questão referindo que estas aplicações só poderão estar em funcionamento caso garantam que os dados recolhidos não identificam os utilizadores, sendo todas as informações agregadas e anónimas.

Serão por isso este tipo de tecnologias úteis para a redução do risco de contaminação do Novo Coronavírus de forma fidedigna? Conseguirão estas aplicações cumprir com as diretrizes impostas pela Comissão Europeia?

Até ao dia de hoje não temos resposta para estas questões mas esperamos que com o tempo ambas possam ser clarificadas.

Fonte: https://tek.sapo.pt

]]>
https://thinkattitude.pt/a-tecnologia-no-combate-ao-covid-19/feed/ 0
Escassez de placas gráficas sem fim à vista https://thinkattitude.pt/escassez-de-placas-graficas-sem-fim-a-vista/ https://thinkattitude.pt/escassez-de-placas-graficas-sem-fim-a-vista/#respond Thu, 24 Dec 2020 21:05:01 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1361 Escassez de placas gráficas sem fim à vista Read More »

]]>
Não é novidade que o mercado de componentes eletrónicos está já há algum tempo a atravessar uma crise nos stocks, e as placas gráficas são um dos recursos mais afetados. Existem algumas teorias que visam explicar o fenómeno e entre elas está, claro, a pandemia.

Com o aparecimento da Covid-19 as pessoas viram-se obrigadas a ficar mais tempo em casa, o que motivou um maior investimento em equipamentos eletrónicos.

Em simultâneo, grande parte das empresas viu-se obrigada a fechar portas ou a limitar o acesso às fábricas, o que comprometeu a fabricação destes componentes e, consequentemente, a sua disponibilidade no mercado.

Há, no entanto, outro fator que tem sido apontado como um dos maiores causadores desta crise, trata-se da mineração de criptomoedas ou mining, como também é conhecido.

Tecnologias outsourcing Tecnologias outsourcing Tecnologias outsourcing

Cenários como este são cada vez mais usuais um pouco por todo o mundo e na sua origem está a valorização das criptomoedas e a rentabilidade que os utilizadores obtêm, através da prática de mineração de blocos. Quantos mais equipamentos estiverem ligados em simultâneo, maior o retorno para os utilizadores, o que justifica este aumento da procura por placas gráficas.
No entanto, o desequilíbrio entre procura e oferta fez com que alguns equipamentos valorizassem até 300% face ao seu preço de mercado.

Com o objetivo de amenizar a situação, a Nvidea, um dos maiores fabricantes de placas gráficas a nível mundial, procurou desenvolver soluções específicas para a prática de mining mas admitiu que ainda assim esta crise se poderá prolongar até ao final deste ano.

Fonte:

Nvidia confirma que a escassez de GPUs ainda vai durar durante a grande parte de 2021

]]>
https://thinkattitude.pt/escassez-de-placas-graficas-sem-fim-a-vista/feed/ 0
Stack Overflow – Inquérito aos utilizadores https://thinkattitude.pt/stack-overflow-inquerito-aos-utilizadores/ https://thinkattitude.pt/stack-overflow-inquerito-aos-utilizadores/#respond Fri, 25 Dec 2020 21:02:57 +0000 https://thinkattitude.pt/?p=1342 Stack Overflow – Inquérito aos utilizadores Read More »

]]>
O Stack Overflow foi responsável por um inquérito realizado no início de 2020 e que contou com a ajuda de cerca de 65.000 pessoas.
Este inquérito anual tem como objetivo fornecer dados sobre a comunidade de programadores que utiliza a plataforma regularmente, nomeadamente no que respeita às tecnologias que mais utilizam e que mais gostam de utilizar.
Este último inquérito procurou uma maior diversidade e abordou questões como a importância da educação na área de IT e quais as prioridades no trabalho.

Tecnologias outsourcing

Importância da educação formal

Embora a maioria das respostas não considere a formação em contexto formal como criticamente importante, cerca de 75% dos inquirido s tem pelo menos o grau de licenciatura ou superior.

Este é o resultado obtido no top 3 dos fatores que os utilizadores consideram mais importantes num desafio profissional. No entanto, e se analisarmos apenas as respostas do sexo feminino, o ambiente de trabalho e cultura organizacional passam para o primeiro lugar com 48,3%, seguindo-se do horário flexível com 45,6% e finalmente as linguagens, frameworks e tecnologias com 41,8%.

E por fim, sabias que a maioria dos inquiridos (19,2%) escreveram a sua primeira linha de código entre os 14 e os 15 anos? E que 18,9% dos resultados revela que os utilizadores escreveram a sua primeira linha de código com 11 anos ou menos?

Fonte: https://insights.stackoverflow.com/survey/2020#overview

]]>
https://thinkattitude.pt/stack-overflow-inquerito-aos-utilizadores/feed/ 0