Fica a par de todas a novidades tecnológicas no nosso BLOG!

Empresas 4.0

PRR: Transformação Digital

Devido às consequências que a pandemia trouxe à economia, a Concelho Europeu criou um conjunto de medidas no qual se inclui o PRR (Plano de Recuperação e Resiliência). Este plano, com execução até 2026, tem como objetivo retomar o crescimento económico em Portugal e os fundos serão repartidos em três grandes áreas: resiliência (61%), transição climática (21%) e transição digital (18%).

Este último pilar procura tornar a economia mais digital, estando por isso assente em cinco componentes: Empresas 4.0; Qualidade e Sustentabilidade das Finanças Públicas; Justiça Económica e Ambiente de Negócios; Administração Pública – Capacitação; Digitalização e Interoperabilidade e Cibersegurança; e Escola Digital.
Devido ao foco que a Think Attitude tem na área de IT, iremos analisar com maior detalhe a componente Empresas 4.0.

Empresas 4.0

Empresas 4.0

Esta componente procura reforçar as competências digitais dos trabalhadores, modernizar os modelos de negócio, criar novos canais digitais de comercialização, incorporar tecnologias disruptivas na proposta de valor das empresas e estimular o empreendedorismo digital de modo a acelerar a transição digital do tecido empresarial português.

Totalizando 650 milhões de euros, esta iniciativa contempla três vetores de investimento: Capacitação digital das empresas (100 milhões de euros) Prevê a criação de dois programas de formação interligados, que visam colmatar lacunas nas competências digitais dos trabalhadores e das empresas.

Transição digital das empresas (450 milhões de euros) Procura digitalizar e transformar os modelos de negócio das PME portuguesas através da aceleração e automação de tomadas de decisão e de execução, do redesenho de cadeias de valor e de fornecimento e da utilização de espaços de dados transetoriais, suportada em infraestruturas europeias de cloud e edge computing.

Catalisação da transição digital das empresas (100 milhões de euros) Visa reduzir a utilização de papel através da desmaterialização da faturação, criar um ambiente de negócios digital mais seguro e confiável e estimular o desenvolvimento de estruturas de transferência de conhecimento para estimular o desenvolvimento de produtos e serviços digitais.

Fonte: https://www.itchannel.pt/news/negocios/plano-de-recuperacao-e-resiliencia-impacto-na-transformacao-digital

Partilhar notícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Notícias relacionadas